« Voltar

12/05/2015

Dois olhares sobre o planejamento sucessório

Simpósio de Sucessão em Empresa Familiares e Governança expõe cases de organizações

Pela segunda vez, o Simpósio de Sucessão em Empresa Familiares e Governança Corporativa incluiu, durante o evento, cases de sucesso e insucesso no processo sucessório, com o intuito de exemplificar os conceitos do planejamento sucessório de forma prática.

Na sétima edição do Simpósio, que aconteceu no dia 09 de abril, na sede da Amcham, em Curitiba, os cases trazidos foram o das Baterias Moura e do Grupo De Zorzi.

A experiência da conselheira de Administração, presidente do Conselho de Família do Grupo Moura e herdeira, Mariana Moura, tem sido bastante educativa e proveitosa. O grupo foi criado há 57 anos e hoje possui 70 centros de distribuição no Mercosul. O avô de Mariana foi um homem muito visionário e empreendedor, já que fundou a empresa de baterias numa cidade que só tinha um carro, em Belo Jardim, no interior de Pernambuco. A herdeira conta que o Grupo passou por diversas etapas de desenvolvimento e crescimento, e que o trabalho de Governança não iniciou como é hoje, ele também passou por transformações. Foi preciso trabalhar a cultura da família e fortalecer os vínculos que garantiram um futuro melhor para toda a organização. Mariana citou que hoje está sendo feito o trabalho para a terceira geração assumir o comando e que as crianças da família já estão sendo preparadas para serem sucessores ou apenas herdeiros no conselho. A Governança Familiar se tornou importante quando passou a ter tarefas. Foram desenvolvidos os comitês social, de comunicação e formação. A conselheira fala que essa fase foi e está sendo muito significativa para toda a família.  Cada comitê tem uma tarefa, tais como o social que tem o dever de promover o encontro de família, relação entre os familiares, levar as crianças para conhecer a fábrica, criar vínculos. A comunicação tem a função de atender o público externo em relação a assuntos sobre a família. O de formação está desenvolvendo o segundo plano dos acionistas da terceira geração. Existe um Instituto Moura que se subordina ao Conselho de Família. Nos últimos anos, o Grupo desenvolveu um Protocolo Familiar que prevê várias regras. Atualmente o Conselho de Administração do Grupo é composto por 10 pessoas, sendo 4 da primeira geração, 4 da segunda geração e dois independentes.

Já Jeferson De Zorzi não pode falar o mesmo sobre o Grupo de sua família. O ex-futuro herdeiro viu a falência da empresa e a dissipação da sua família. Jeferson De Zorzi reconstruiu sua vida e tornou-se sócio fundador da Star Lumber, Agropecuária Estrela, Rio do Frade Geração de Energia, Complexo de Geração Eólica Bojuru, Estreito da Lagoa, Corrente dos Ventos e Farol da Solidão. Setores diferentes de atuação, já que o Grupo De Zorzi atuava, desde 1952, com madeireira, reflorestamento e celulose. O empresário conta que o erro esteve em várias questões, entre elas: a discriminação das mulheres na organização, já que apenas os homens da família entravam no negócio, e quem sucedia era quem tinha mais ego e não mérito. Como cita Jeferson De Zorzi: “o império é destruído pelo ego do imperador”. Faltou profissionalização, liderança, entendimento da família sobre o negócio e as pessoas certas nos lugares corretos. Além disso, o sucedido não iniciou os processos sucessórios.

Em que pese as dificuldades enfrentadas pela família, Jeferson DeZorzi uso a experiência de sua família a deu favor. Com uma grande equipe e um planejamento de governança patrimonial bem estruturado, ele conseguiu erguer e consolidar o seu próprio grupo e hoje tornou-se uma organização do setor de energia economicamente estruturado e de grande atuação no Sul do país.

SOBRE A ALLIANCE GOVERNANÇA E FAMÍLIA: A Alliance é uma consultoria especializada na implementação de projetos de planejamento patrimonial e sucessório para famílias empresárias e na implementação de modelos de governança corporativa para empresas familiares. O principal objetivo da consultoria é prestar serviços de assessoramento das famílias empresárias no processo de transição do patrimônio e de seus negócios entre as diversas gerações da família, viabilizando, assim, condições favoráveis para a perpetuação do patrimônio e a manutenção da coesão familiar. Informações: www.alliancegf.com.br ou (41) 3018-0011.

 

Informações para a imprensa:

Suzane Marie Gantzel Salazar

Assessoria de Comunicação

(41) 9987-1576

suzane.salazar@gmail.com